Morango

morangosFormato de coração, vestido com a intensidade do vermelho, textura macia, e aroma silvestre que transmite ao paladar um tanto de agridoce, o morango, considerado a fruta símbolo de Vénus, é com certeza a fruta dos românticos.

Apesar de terem começado a ser cultivados pelos romanos em 200 a.C., os morangos eram raros até o fim do século XVIII, pois sua produção era difícil.

Já na idade média o morango era apenas um fruto que nascia espontaneamente.

Numa tentativa de aprisionar este perfume inimitável, a nobreza tentou plantá-los nos seus jardins, mas com pouco êxito. De facto, o jardineiro de Luís XIV cultivava morangos nos jardins do palácio de Versalhes.

Foi com a descoberta do continente Americano, mais precisamente dos Andes, que horticultores franceses, seguidos de ingleses, alemães e italianos, começaram a cultivar a planta, depois de ali terem encontrado uma planta parecida com o apreciado morango silvestre, mas com frutos maiores e menos saborosos.

A combinação das duas plantas foi um sucesso, melhorou a qualidade e aumentou o seu tamanho, sem retirar as características naturais do morango.

Estes pioneiros da pesquisa para o cultivo do morango experimentaram vários cruzamentos entre a planta andina, que contribuiu para a sua robustez, e o aromático morango europeu, que transmitiu o seu perfume, e obtiveram um fruto de fácil cultivo.

No início do século passado, o morango ganhou prestígio entre agricultores e consumidores e começou a frequentar os mais requintados cardápios e livros de receitas.

Morangueiro é o nome comum de um conjunto de espécies, com seus híbridos e cultivares, do género Fragaria, que produz o morango, incluindo um conjunto alargado de espécies e variedades silvestres.

 Existem mais de 20 espécies do género Fragaria que recebem a designação comum de morangueiro, com ampla distribuição nas zonas temperadas e sub-tropicais.
Apesar de algumas diferenças anatómicas típicas, a classificação das espécies assenta essencialmente sobre o número de cromossomas, sendo que existem sete tipos básicos de cromossomas que todas as espécies e seus híbridos possuem em comum. A grande distinção resulta do grau de poliploidia que as espécies exibem.

Na saúde o morango apresenta benefícios em vários domínios: é uma fonte de fibra, combate o colesterol, é fonte de vitaminas e sais minerais, controla a pressão arterial, fornece ferro, fósforo, potássio e cálcio, é considerado um laxante suave, combate os radicais livres por ser a fruta que mais contém substâncias que combatem o envelhecimento das células e ainda pode ser considerado como um grande aliado da beleza pois ajuda a manter a pele linda e luminosa,.
Uma das frutas mais ricas em vitamina C o morango também pode ser considerado como um verdadeiro remédio no combate ao reumatismo, pois influencia na formação e resistência dos ossos, dentes e tecidos.

É muito eficaz contra infeções de garganta, fígado e sistema urinário e o seu consumo favorece ainda a cicatrização de ferimentos devido aos seus nutrientes.

Tudo no morango é passível de aproveitamento: as suas sementinhas são consideradas fibras insolúveis que ajudam e combatem nos casos de prisão de ventre enquanto as folhas do morangueiro podem ser utilizadas na preparação de chás, pois atuam como excelentes diuréticos, ajudando a purificar o sangue.

Além disso, o morango contém uma substância chamada fisetina que aliada ao fósforo, magnésio e potássio que são essenciais ao bom desenvolvimento do sistema nervoso, estimulam o cérebro e logo, melhoram a memória.

A substância responsável pela coloração avermelhada do fruto, a antocianina, age como verdadeiro antioxidante, prevenindo o envelhecimento precoce da pele.

O morango apresenta assim propriedades depurativas, alcalinizante, laxante, tonificante, remineralizante e emoliente.

Por ser um fruto muito sensível não deve ser armazenado por mais de 3 dias no frigorífico, sem que tenha sido previamente lavado uma vez que a água favorece o apodrecimento.

Como é um fruto rasteiro deve lavá-lo cuidadosamente para eliminar eventuais impurezas, imediatamente antes de o consumir. Deve lavá-lo em água corrente e se possível deixá-lo de molho em água acidificada (limão ou vinagre) durante 15 minutos.

Ao consumir tente não cortar ou picar o morango, pois quando em contato com o ar os antioxidantes perdem-se.

Valor calórico: 100 gramas de morango representam cerca de 32 calorias.