Maçã

macaA maçã é o fruto pomáceo da macieira, árvore da família Rosáceas. A árvore é originária da Ásia Ocidental, onde o seu ancestral selvagem, Malus sieversii, ainda é encontrado atualmente. As maçãs têm sido cultivadas há milhares de anos na Ásia e Europa, tendo sido levadas para a América do Norte pelos colonizadores europeus. Há mais de 7 500 espécies e variedades de maçãs. As diferentes espécies encontram-se em climas temperados e subtropicais, já que macieiras não florescem em áreas tropicais, pois necessitam de um número considerável de horas de frio, que é variável em função da variedade cultivada. A maçã sempre foi uma importante fonte alimentícia em regiões de clima frio. É a espécie de fruta, à exceção dos cítricos, que pode ser conservada durante mais tempo, conservando boa parte de seu valor nutritivo. A Maçã é uma fruta saborosa e saudável de cor avermelhada, mas também pode ser verde. Este fruto transcorre maravilhosamente pela história da humanidade com dois momentos de altíssimo simbolismo em que aparece como protagonista imponente: 1) O primeiro é conhecido de todos os religiosos cristãos e que seguem a tradição judaica. Podemos ler na bíblia sagrada o episódio do pecado original quando Adão e Eva “comem o fruto proibido.” 2) O segundo momento em que a maçã aparece de forma revolucionária na história da humanidade é quando “ela cai na cabeça” do grande físico Isaac Newton enquanto ele descansava à sombra de uma macieira. Nesse momento, Newton medita o porquê desta fruta cair, e posteriormente desenvolve a Lei da gravitação universal e as chamadas três leis de Newton.

A maçã é excelente para prevenir e manter a taxa de colesterol em níveis aceitáveis, através da ingestão de uma maçã por dia. Esse efeito é devido ao alto teor de pectina, encontrada na casca. Também tem um efeito acentuado para emagrecimento, pois a pectina dificulta a absorção das gorduras, da glicose e elimina o colesterol. O alto teor de potássio contido na polpa da maçã faz eliminar o sódio excedente, eliminando o excesso de água retida no corpo.

A Maçã produz uma ação benéfica sobre o coração atuando de duas formas: pelo elevado teor de potássio e pela presença de pectina, que evita a deposição de gorduras na parede arterial, evitando a arteriosclerose. Por tudo isto, melhora a circulação sanguínea, reduzindo o trabalho cardíaco, prolongando a vida útil do coração.

Também tem propriedades medicinais, ao ser suavemente usada como uma espécie de laxante, pois ajuda na eliminação das fezes. Ela atua da seguinte maneira: durante a digestão ela absorve a água e durante a eliminação ela libera esta água que ficou armazenada, assim, não deixando que as fezes sequem, causando problemas posteriores como a prisão de ventre.

Ajuda a tratar de eliminação de toxinas do sangue, escorbuto, gripes, intestino preguiçoso, pele cansada, desidratada e congestionada, prisão de ventre, problemas digestivos, proteção da mucosa, retenção de líquidos, reumatismo, tensão nervosa. O sumo de maçã tem um concentrado teor de neurotransmissor acetilcolina em camundongos, fornecendo um mecanismo potencial para a prevenção do declínio da performance cognitiva que acompanha a deficiências alimentares e genéticas e combate o envelhecimento. A maçã possui as seguintes vitaminas: B1, B2 e Niacina, além de sais minerais, como fósforo e ferro.

A maçã fermentada é utilizada para elaborar bebidas alcoólicas como a sidra asturiana, o Calvados francês e a sagardua basca.

Valor calórico: 100 gramas representam cerca de 58 calorias.